Diminui quantidade de óleo em praias do Nordeste, mas falta limpar manguezais e recifes

02:44 Meio Ambiente, Notícias 04/11/2019 - 19h06 Brasília Embed

Kariane Costa

Autoridades da Marinha, da Polícia Federal e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) afirmaram, nesta segunda-feira (5), que o óleo encontrado nas praias do Nordeste está diminuindo. A informação foi confirmada em coletiva à imprensa no Ministério da Defesa.

 

Segundo o governo, desde a noite de domingo (3), 4 mil toneladas de óleo foram retiradas de 314 localidades, em 110 municípios.

 

As praias dos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco não têm vestígios de óleo.

 

O comandante de Operações Navais da Marinha, Leonardo Puntel, afirma que o número de casos tende a diminuir.

 

Já o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, reitera a dificuldade em identificar novos surgimentos de manchas.

 

Ainda durante a coletiva, o delegado da Polícia Federal, Franco Perazzoni, descreveu as etapas da Operação Mácula, que identificou uma embarcação de bandeira grega como a principal suspeita do vazamento.

 

Agora, a Polícia Federal trabalhará em conjunto com a Interpol para continuar a investigação.

 

A operação para retirada dos resíduos de óleo nas praias do Nordeste ganhará reforço de homens do corpo de Fuzileiros Navais da Marinha. De acordo com o governo, ainda faltam ser limpos os manguezais e arrecifes.

 

Mais de 10 mil pessoas trabalham para minimizar os danos ao meio ambiente.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique