Nacional na Copa

Militares e civis participam em todo o país da 12ª Corrida da Paz

, 19/02/2017 - 15h07 Embed

Militares de todo país se reuniram hoje (19)  pela manhã com a população para promover a paz.

 

Em 90 cidades, o Ministério da Defesa organizou a 12ª edição da Corrida da Paz.

 

 

O Capitão de Mar e Guerra Érico Sampaio, coordenador da corrida em Brasília, explica o objetivo do evento.

 

Sonora

 

Desde 2006, militares de 135 países celebram em fevereiro a criação do Conselho Internacional do Esporte Militar.

 

Segundo a organização, a expectativa era que 70 mil pessoas no Brasil participassem da corrida desse domingo (19), sendo o maior número de participantes do mundo.

 

Para o Capitão de Mar e Guerra Érico Sampaio, a intenção também é resgatar os valores do patriotismo.

 

Sonora

 

Em Brasília, cinco mil militares e dois mil civis correram ou caminharam por cinco quilômetros no Eixão Sul.

 

Mais três corpos são achados em prisão no Amazonas

, 08/01/2017 - 16h31 Embed

Nova rebelião tem quatro mortos em cadeia pública de Manaus.

 

Outros três corpos foram encontrados neste domingo, próximo ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim, onde 56 foram mortos semana passada.

 

As mortes ocorreram na madrugada desse domingo durante rebelião na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.

 

De acordo com o Comitê de Gerenciamento de Crise do Amazonas, os presos iniciaram uma briga por motivo desconhecido.

 

Os detentos foram mortos pelos próprios internos.

 

Três foram decapitados e um foi morto por asfixia.

 

Outro preso foi encaminhado para um pronto-socorro.

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, ele passou por cirurgia e tem quadro clínico estável.

 

Os detentos haviam sido transferidos há menos de uma semana para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

 

Ela foi reativada na segunda-feira passada para receber os detentos ameaçados de morte por facções de presídios que registram rebeliões e fugas nos últimos dias.

 

Mais de 280 presos foram transferidos para o local.

 

 

A Cadeia Pública Vidal Pessoa estava fechada desde outubro do ano passado, após recomendação do Conselho Nacional de Justiça.

 

Para o CNJ, a cadeia não tinha nenhuma condição de funcionamento.

 

O prédio, que tem mais de cem anos, passa por reformas.

 

Na sexta-feira essa cadeia já havia registrado um tumulto.

 

Os detentos ficaram batendo nas grades das celas.

 

Ele reclamam da estrutura do local e querem mais espaço.

 

Outros três corpos foram encontrados na manhã deste domingo, em local que dá acesso ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim, o Compaj, onde 56 presos foram mortos em rebelião no dia 1º de janeiro.

 

De acordo com o Comitê de Gerenciamento de Crise do Sistema de Segurança do Amazonas, os corpos estavam em avançado estado de decomposição.

 

Ainda não é possível afirmar se são detentos do Compaj.

 

Presidente Temer diz que Brasil sairá da crise em 2017

, 25/12/2016 - 10h39 Embed

O Presidente Michel Temer fez um pronunciamento em cadeia de Rádio e TV nesse sábado à noite. 

 

Em um tom otimista, Temer falou sobre a crise financeira .

Protesto no Rio pede Diretas Já

, 04/09/2016 - 19h58 Embed

Milhares de pessoas participaram de um ato na Zona Sul do Rio de Janeiro neste domingo (4) contra o Governo Temer e a favor da convocação de novas eleições presidenciais.

 

Os manifestantes se reuniram na Praia de Copacabana e caminharam até o Canecão, casa de espetáculos ocupada há um mês por integrantes do Movimento OcupaMinc.

 

A professora universitária Ângela Maria Dias mora em João Pessoa, na Paraíba, mas como está a passeio no Rio de Janeiro, resolveu se juntar ao grupo.


Sonora

 

Além de portar cartazes e faixas que usavam a palavra “Golpe” para descrever o processo de afastamento da Ex-Presidente Dilma Rousseff, os manifestantes entoavam palavras de ordem, como “Diretas Já, O Povo Quer Votar”.

 

A Professora aposentada Beti Rabetti também participou do protesto para denunciar o machismo que ela alega ter direcionado o impeachment de Dilma.


Sonora

 

Organizações como a Frente Povo Sem Medo participaram do protesto e aproveitaram para convocar o público para o Grito dos Excluídos, tradicional ato realizado anualmente paralelo ao desfile militar de Sete de Setembro, no Centro do Rio.O

 

Victor Guimarães, do Movimento de Trabalhadores Sem-Teto (MTST), entidade que compõe a Frente, acredita que a resistência ao governo deve crescer à medida que as pessoas perceberem retrocessos nas políticas públicas.

 

Sonora

 

A afirmação de Guimarães se refere à suspensão da linha do Programa Minha Casa Minha Vida, que repassa recursos para organizações sociais construírem e distribuírem habitações.

 

O governo anunciou que voltaria atrás na sua decisão, mas ainda não desbloqueou os recursos referentes a esta linha.

 

Durante o protesto, ainda em Copacabana, um veículo do jornal O Estado de São Paulo foi danificado: um manifestante sozinho, exaltado, chutou as duas portas do carro, do lado do motorista e mala do carro.

 

Um registro por dano ao patrimônio foi feito na 12ª Delegacia de Polícia.

 

A PM informou que não houve outros registros de violência até a dispersão do ato.

 

 

Comissão analisará emissões dos gases de efeito estufa do desmatamento

, 28/11/2015 - 17h04 Embed

Uma comissão vai analisar as emissões dos gases de efeito estufa com origem no desmatamento e na degradação florestal, e propor medidas para reduzir a contaminação.

 

Trata-se da Comissão Nacional Para Redução das Emissões de Gases de Efeito Estufa Provenientes do Desmatamento e da Degradação Florestal, Conservação dos Estoques de Carbono Florestal, Manejo Sustentável de Florestas e Aumento de Estoques de Carbono Florestal, a REDD+, que foi instituída por decreto pelo Governo Federal.

 

O colegiado deve promover a compatibilidade entre os Planos de Prevenção e Controle de Desmatamento, as políticas públicas relevantes para o alcance dos resultados de aumento de estoques de carbono florestal no Brasil, e as obrigações do País dentro da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima.

 

A comissão será composta por um representante titular e um suplente dos seguintes órgãos: Ministério do Meio Ambiente, que preside a comissão; Casa Civil; Ministério das Relações Exteriores; Ministério da Fazenda; Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; Ministério do Desenvolvimento Agrário; e Secretaria de Governo da Presidência da República.

 

Também serão convidados a compor a equipe, representantes dos estados, municípios e da sociedade civil.

 

Prazo para cadastrar empregado doméstico é prorrogado até dia 6

, 31/10/2015 - 15h34 Embed

A Receita Federal prorrogou o período para o cadastramento do trabalhador doméstico no eSocial. O prazo que venceria no sábado, dia 31 de outubro, foi estendido para 6 de novembro.

 

O pagamento relativo a outubro também foi prorrogado, sem multas.

 

As informações estão no site do programa: www.esocial.gov.br

 

O Fisco espera a adesão de 1,2 milhão ao sistema. Até o último balanço da Receita Federal, divulgado na noite de sexta-feira (30), mais de um milhão de empregados e empregadores domésticos haviam feito o cadastramento.

 

Para formalizar a situação do trabalhador, o empregador deve registrar os seus dados e os do funcionário na página do programa.

 

Para gerar o código de acesso ao eSocial, o patrão precisa do CPF, da data de nascimento, e do número de recibo das duas últimas declarações do Imposto de Renda. O empregador precisa ainda inserir dados do trabalhador, como CPF, data e país de nascimento, Número de Identificação Social, dados da carteira de trabalho e do contrato, entre outros.

 

Para evitar problemas no meio do processo, é recomendável que a cada página o empregador salve o rascunho, assim as informações já preenchidas não são perdidas em um eventual problema no site.

 

Por meio do novo sistema, o patrão recolhe, em documento único, a contribuição previdenciária, que varia de 8 a 11% da remuneração do trabalhador, e paga 8% de contribuição patronal para a Previdência.

 

A guia também inclui os recolhimentos do FGTS e do seguro contra acidentes de trabalho.

 

* Áudio alterado às 9h40 de 02/11/15 para atualizar informação

Ocupação de hotel em Brasília continua

, 19/09/2015 - 15h34 Embed

Cerca de 500 famílias integrantes do Movimento Resistência Popular Pelo Direito À Cidade continuam ocupando o Hotel Saint Peter, em Brasília.

Presidente do STF critica excesso de presos provisórios

, 22/08/2015 - 17h57 Embed

O Brasil é o quarto país que mais prende pessoas, em todo o mundo, e não tem infraestrutura para essa realidade, mantendo uma superpopulação carcerária de presos provisórios.

 

A situação foi denunciada em Teresina, nesta sexta-feira (21) à noite, pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Levandowski, após implantar a Audiência de Custódia, método que julga o preso dentro de até 24 horas.

 

Em Teresina, os presos provisórios, sem julgamento, já chegam a quase 80%, e Levandowski disse que, em todo o mundo, eles são mais de 40%:
 

Sonora: "Nós somos o quarto país que mais prende no mundo, depois dos Estados Unidos, da China e da Rússia, e o pior de tudo é que 40% desses presos são presos provisórios, então aqueles que  nunca viram um juiz, passam meses, às vezes anos,  presos, e claro, tem o princípio de presunção de inocência, de não-culpabilidade, que é um princípio básico da nossa Constituição”
 

Nesta sexta (21), no primeiro julgamento de preso em menos de 24 horas, o réu  - jovem de 23 anos -  foi solto pelo juiz porque não representava perigo. 

 

Ele disse ter “dado a bobeira” de roubar dois celulares.

Wikileaks divulga lista de telefones do governo brasileiro

, 04/07/2015 - 15h48 Embed

Após três dias que a Presidenta Dilma Roussef voltou dos Estados Unidos, o site Wikileaks divulgou uma lista de 29 telefones  do governo brasileiro que teriam sido grampeados.

 

Constam na lista os telefones da própria Presidenta Dilma, além de assessores e funcionários do governo ligados às áreas política, econômica e diplomática.   

 

Leia mais na Agência Brasil:  Dilma diz que confia em Obama e no compromisso de que espionagem acabou

 

Páginas