UFRJ começa a testar trem que funciona por levitação magnética

02:39 Pesquisa e Inovação, Notícias 29/09/2014 - 07h00 Rio de Janeiro Embed

Nanna Pôssa

O primeiro veículo de levitação magnética do Hemisfério Sul começará a ser testado nesta quarta-feira pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. O Maglev-cobra é um trem desenvolvido Coppe – Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia que flutua em uma pista magnética. Um dos idealizadores do modelo, o físico Roberto Nicolsky diz que a tecnologia é nova e que o estudo pioneiro.


O professor Robérto Nicolsky explica que para flutuar, o trem possui cerâmicas especias que quando são resfriadas repelem de maneira estável o trilho feito de poderosos imãs. Uma vez suspenso, são usados motores lineares para acelerar e frear.

 

O objetivo é que projeto no futuro seja usado em larga escala nas cidades por ser uma tecnologia silenciosa e não poluente. De acordo com os pesquisadores, a principal dificuldade para ampliação é o preço do imã, que ainda não é produzido no Brasil.


Neste final de semana, uma tenta montada na praia de Copabana, atraiu curiosos em ver em descobrir como vai funcionar o trem, como o fotógrafo Robi Curvelo. O professor de português Armando Pal ficou impressionado e defendeu mais investimento em tecnologia.


A previsão é que no próximo ano o Maglev-cobra transporte por 200 metros alunos, professores e visitantes no campus da cidade universitária da UFRJ.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique