Fecundidade e migração são causas de queda da taxa populacional no Brasil, aponta IBGE

02:04 Pesquisa e Inovação, Notícias 30/08/2017 - 15h04 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

Quase um quarto do total de 5.570 municípios brasileiros, ou seja, 1.378 municípios, apresentaram redução populacional. Em mais da metade, as taxas de crescimento populacional foram inferiores a 1%, e em 258 municípios o crescimento foi igual ou superior a 2%.

 

Os dados fazem parte das estimativas das populações residentes nos municípios brasileiros e foram divulgados nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

 

De acordo com a gerente da pesquisa, Isabel Marri, a diminuição da taxa populacional nos municípios não é novidade, é na verdade uma tendência observada nos últimos anos e acontece devido a dois fatores: a redução da fecundidade e a migração.

 

Segundo ela, a maioria dos municípios, 68%, tem até 20 mil habitantes e as cidades menores tendem a perder população para as cidades com maior dinamismo econômico.

 

Outro dado constatado pela pesquisa é que mais da metade da população vive em apenas 5,6% dos municípios. O município de São Paulo continua sendo o mais populoso do país, com mais de 12 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro, com 6 milhões e meio de habitantes e Brasília e Salvador, que possuem cerca de 3 milhões de habitantes cada.