Baixa emissão de carbono e alta produtividade são metas do ABC Cerrado

03:13 Pesquisa e Inovação, Notícias 07/11/2019 - 11h14 Brasília Embed

Glauco de Queiroz

A propriedade de Ercivaldo, em Cachoeira Alta, Sudeste de Goiás, mudou bastante nos últimos cinco anos. Ele foi um dos cerca de oito mil produtores que participaram do projeto ABC Cerrado, em sete estados, além do Distrito Federal.

 


Todos receberam assistência técnica e adotaram tecnologias de baixa emissão de carbono. Entre elas, a integração lavoura-pecuária-floresta, o plantio direto e a recuperação de pastagens degradadas. Com as novas técnicas, Ercivaldo reduziu custos na produção de leite e ampliou o negócio da família.

 


O projeto, iniciado em 2015, é uma parceria do Ministério da Agricultura, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Embrapa e Banco Mundial. Os resultados foram apresentados em um evento, com a participação de produtores e autoridades do setor.

 


O diretor-geral da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, CNA, Daniel Carrara, confirma o aumento da produtividade nas propriedades participantes.

 


Nesses cinco anos, os produtores não só incrementaram a renda e diversificaram as atividades. Eles também ajudaram na conservação do meio ambiente. Com adoção dessas tecnologias, mais de 93 mil hectares de pastagens degradadas foram recuperadas, o equivalente a 110 mil campos de futebol.

 

Além disso, ao permitir aumento da produção sem a ampliação de novas áreas de cultivo e pastagem, o ABC cerrado contribuiu para manter espaços de vegetação nativa nas propriedades, como as áreas de preservação permanente e reserva legal.  Segundo a Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, investir em tecnologia e assistência técnica é fundamental para o desenvolvimento e sustentabilidade do setor.

 


O ABC Cerrado foi financiado com recursos de doação de U$10 milhões de um programa do Banco Mundial, que promove a manutenção e conservação de florestas em todo o mundo.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique