Satélite sino-brasileiro CBERS 4-A está em órbita; lançamento foi feito a partir de Taiwan

02:06 Pesquisa e Inovação, Notícias 20/12/2019 - 17h50 Brasília Embed

Graziella Mendonça

Já passava da meia-noite no Brasil quando o satélite sino-brasileiro CBERS 4-A entrou em órbita.

 

O satélite foi lançado ao espaço na base chinesa de Taiwan acoplado a um foguete de 45 metros. O equipamento foi desenvolvimento em uma parceria do Brasil com o governo chinês e vai reforçar, por exemplo, o monitoramento da Amazônia e o desmatamento na região.

 

Para isso, conta com câmaras de alta tecnologia, duas brasileiras e uma chinesa, que conseguem registrar em detalhes as áreas monitoradas.

 

Uma das câmaras brasileiras vai gerar imagens de 16 metros de resolução, com registros de um mesmo local a cada 31 dias.

 

De carona com o CBERS, foi lançado também o Floripa SAT-1, um pequeno satélite projetado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ele é capaz, por exemplo, de receber sinais de emergência em casos de catástrofes, como o rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais.

 

Acompanhe a íntegra da reportagem de Graziella Mendonça.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique