Candidatos à Presidência lamentam morte de Eduardo Campos

02:35 Política, Notícias 14/08/2014 - 10h29 Brasília Embed

Pollyane Marques

O Brasil perdeu um jovem político promissor. Foi o que afirmou a presidenta da República e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, nesta quarta-feira, ao lamentar a morte do candidato à presidência da República, Eduardo Campos, do PSB. Dilma também lamentou a triste coincidência de Eduardo Campos ter falecido exatamente no dia em que completou nove anos a morte do avô dele, o ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes. A presidenta destacou ainda a amizade e o trabalho político que desenvolveram juntos durante o governo do ex-presidente Lula, quando ela foi ministra-chefe da Casa Civil, e Campos, governador de Pernambuco. Dilma manifestou condolência às famílias do ex-governador e das demais vítimas do voo: assessores da campanha e dois pilotos. A presidenta decretou luto oficial de três dias no país. O candidato à presidência da república pelo PSDB, Aécio Neves também lamentou a morte. Para Aécio, Campos era um representante da boa política. Pastor Everaldo, candidato à presidência pelo PSC, disse que perdeu um amigo e que Campos teria muito a contribuir para a democracia. Já a candidata Luciana Genro (PSOL) afirmou que ela e o partido estão de luto em solidariedade à família e aos amigos do ex-governador. Também emitiram nota de condolências aos familiares de todas as vítimas do acidente os candidatos à presidência Mauro Iázi (PCB); Zé Maria (PSTU); Eduardo Jorge (PV); e José Maria Eymael (PSDC).

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique