Governo do DF cancela recursos para pagar terceirizados

01:54 Política, Notícias 30/12/2014 - 17h08 Brasília Embed

Danyele Soares

Apesar da expectativa, os terceirizados que prestam serviço ao governo do Distrito Federal só devem receber o 13º salário ou o tíquete alimentação no ano que vem. A situação atinge milhares de trabalhadores das áreas de limpeza e vigilância.

 

O GDF chegou a remanejar 1 bilhão de reais de obras que não teriam tempo para serem executadas ainda este ano. Mas o governo cancelou o empenho, feito nessa segunda-feira e que garantia o pagamento às empresas. A justificativa é que o ato não foi feito com o detalhamento necessário.

 

Segundo a Secretaria de Administração Pública, entre os órgãos que não receberam o repasse para pagar as terceirizadas estão Codeplan, as Administrações de Sobradinho, Ceilândia, Guará e Santa Maria e Secretarias de Turismo, Meio Ambiente e Agricultura.

 

Para o procurador-chefe substituto do Ministério Público do Trabalho que cuida do caso, Sebastião Caixeta, a situação demonstra irresponsabilidade. Ele afirma que o Ministério Público recomendou ao GDF o pagamento imediato do 13º e a quitação dos salários de dezembro até o dia 7 de janeiro. Caso o dinheiro não seja depositado, o procurador estuda medidas para responsabilizar o governo e os gestores públicos.

 

SONORA

 

O procurador agora quer garantir que a situação não se repita no ano que vem. Para isso, ele vai conversar com a equipe do novo governador eleito, Rodrigo Rollemberg, para assegurar que os repasses sejam feitos para as empresas prestadoras de serviços.
 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique