Correção de aposentadorias pelo salário-mínimo deve ser vetada

01:43 Política, Notícias 09/07/2015 - 20h46 Brasília Embed

Gilberto Costa

A presidenta Dilma Rousseff vai vetar a regra que estende o reajuste do salário-mínimo às aposentadorias e pensões pagas pela Previdência Social, cujos valores sejam superiores ao mínimo. A informação é do líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS).

 

O critério foi incluído pela Câmara dos Deputados na apreciação da Medida Provisória 672, que prorroga até 2019 a atual política de ajuste do salário-mínimo com base na inflação e no crescimento econômico.

 

Na noite dessa quarta-feira (8), o plenário aprovou a emenda como veio da Câmara e o texto está seguindo para a sanção da presidência da República.

 

Segundo o líder do governo, a ampliação da regra para todos os beneficiários da Previdência é insustentável. Delcídio Amaral acusou os parlamentares que aprovaram a proposta de “jogar para a plateia”.

 

De acordo com os cálculos do Ministério da Previdência Social, se o reajuste de todos os benefícios fosse igual ao do salário-mínimo desde 2007, este ano a despesa adicional do governo seria superior a R$ 73 bilhões, a um acréscimo nas despesas estimado em mais de R$ 8 bilhões por ano.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique