Supremo mantém prisão do banqueiro André Esteves

01:37 Política, Notícias 30/11/2015 - 09h02 Brasília Embed

Michèlle Canes, da Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki converteu em preventivas as prisões temporárias de André Esteves, diretor executivo do Banco BTG Pactual, e de Diogo Ferreira, chefe de Gabinete do senador Delcídio do Amaral (PT-MS). A decisão foi divulgada na noite deste domingo (29) e atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

 

À 0h deste domingo, terminaria o prazo das prisões temporárias. Com a decisão do ministro, os dois continuam presos por tempo indeterminado. Segundo a assessoria de comunicação de Zavascki, a decisão foi baseada na análise do material levantado e nos depoimentos prestados ao longo dos cinco dias de prisão. 

 

Responsável pela defesa de André Esteves, o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, chegou a entrar com pedido no STF para que a prisão não fosse prorrogada.

 

André Esteves e Diogo Ferreira foram presos na última quarta-feira (25) durante a Operação Lava Jato. Esteves está no presídio de Bangu 1, no Rio de Janeiro. Ferreira está na carceragem da Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

 

Além deles, foram presos o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e o advogado Edson Ribeiro, que era advogado do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró.

 

 

Segundo a Procuradoria, eles tentaram evitar que Nestor Cerveró aceitasse o acordo de colaboração com o Ministério Público Federal (MPF). E caso o acordo fosse firmado, o ex-diretor da Petrobras não deveria mencionar o senador e André Esteves.

 

Leia mais na Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique