Congresso oficializa prazo para políticos trocarem de partido

02:07 Política, Notícias 18/02/2016 - 08h10 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

O Congresso Nacional promulga nesta quinta-feira (18) a Emenda à Constituição que abre prazo de 30 dias para políticos mudarem de partido sem perderem o mandato


A nova regra, no entanto, não vai alterar o tempo de televisão nem os recursos do fundo partidário, tanto para o partido que recebe o político quanto para o que perdeu o parlamentar.


O período é válido por 30 dias a partir da promulgação. Ou seja, vai até 18 de março. A estimativa de especialistas é que, com isso, pelo menos 50 parlamentares migrem para partidos diferentes daqueles em que foram eleitos no pleito de 2014.


Isso pode afetar a confiança do eleitor em seus políticos, como explicou o cientista político Geraldo Tadeu Moreira.


No Senado, pelo menos três senadores já mudaram de legenda: Álvaro Dias deixou o PSDB e foi para o PV; Ricardo Ferraço saiu do PMDB e deve se filiar ao PSDB e Randolfe Rodrigues, que deixou o PSOL e foi para a Rede. O senador Blairo Maggi já anunciou sua mudança do PR para o PMDB; Reguffe deve deixar o PDT e ir para a Rede e Cristovam Buarque negocia sua saída do PDT para o PPS.


Na Câmara, várias mudanças também devem ocorrer. Desde setembro, 37 deputados mudaram de partido. A maioria foi para o recém-criado PMB, Partido da Mulher Brasileira, que recebeu 21 deputados de diversas legendas.


A Rede Sustentabilidade, que foi oficializada em setembro, conta com cinco deputados e um senador, até o momento.