Novo pedido de impeachment chega à Câmara e gera reações

02:56 Política, Notícias 28/03/2016 - 18h39 Brasília Embed

Victor Ribeiro

Uma grande confusão marcou o ato que o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil pretendia fazer nesta segunda-feira (28). Membros da OAB Nacional foram à Câmara dos Deputados entregar um novo pedido de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Quando chegaram, foram recebidos por militantes e advogados pró e contra o afastamento da presidenta.

 

O ato seria no Salão Verde, por onde circulam deputados e jornalistas. Assim que os representantes entraram no salão, houve muito empurra-empurra e o presidente da OAB do Distrito Federal, Juliano Costa Couto, criticou a manifestação.

 

Os dirigentes da OAB desistiram do ato e entregaram o novo pedido de impeachment no protocolo da Câmara. O deputado Wadih Damous, do PT, é advogado e já foi duas vezes presidente da OAB do Rio de Janeiro. Ele criticou o uso de grampos telefônicos e reportagens de jornais para fundamentar o pedido. Para Wadih Damous, a entidade errou porque agiu como se fosse um partido político.

 

O líder do Democratas na Câmara, deputado Pauderney Avelino, criticou o protesto contra a OAB. De acordo com ele, os manifestantes foram intolerantes. Pauderney afirmou que o momento deve ser de serenidade.

 

O presidente da Comissão Especial do Impeachment, deputado Rogério Rosso, do PSD do Distrito Federal, explicou que nada muda no pedido em tramitação na Câmara.

 

Está prevista para esta terça-feira (28) a sexta das dez sessões plenárias que contam como prazo para que a presidenta Dilma Rousseff se defenda da acusação de crime de responsabilidade, no processo de impeachment. Após a defesa, o relator Jovair Arantes, do PTB de Goiás, vai produzir um parecer para prosseguir ou interromper o processo. Esse relatório será votado pelo plenário da Câmara. Para interromper o processo, o governo precisa ter pelo menos 172 votos contra o impedimento da presidenta.

 

* Matéria atualizada às 22h14 para complementação de informações.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique