Defesa de Dilma entra com mandado de segurança no STF e quer anulação de pena

01:23 Política, Notícias 01/09/2016 - 11h21 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti, ao vivo

A defesa da ex-presidenta Dilma Rousseff recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a realização de uma nova votação do processo e a consequente anulação da condenação imputada a Dilma, nessa quarta-feira (31), pelo Senado.


O relator do mandado de segurança será o ministro Teori Zavascki. O recurso pede, ainda, que o presidente Michel Temer volte a ser interino até que o plenário do Supremo decida sobre o assunto.

 

* Matéria atualizada às 12h24 de 1º/09/16 para acréscimo de informações.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique