Criminalização do caixa 2 não pode permitir anistia, defende Rodrigo Janot

01:21 Política, Notícias 13/11/2016 - 20h43 Brasília Embed

Lucas Podeus Léon

 

A criminalização do caixa dois não poderia produzir anistia porque a prática não consta no código penal, argumentou o procurador-geral da república, Rodrigo Janot.

 

O caixa dois é um crime eleitoral e financeiro, mas um projeto de lei em tramitação na Câmara pretende incluí-lo no código penal. Com isso, têm se especulado que a medida poderia anistiar quem praticou o caixa dois até o momento da aprovação do projeto.

 

Rodrigo Janot comentou que não se pode anistiar porque penalmente o crime não existe até o momento.

 

O chefe do Ministério Público falou que o risco é anistiar outras práticas criminosas associadas ao caixa dois.

 

O projeto para criminalizar penalmente o caixa dois deve ser votado na Comissão da Câmara ainda neste mês. A proposta está no pacote de medidas de combate a corrupção de iniciativa do Ministério Público.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique