Marco Maia e Vital do Rêgo reagem à Operação Deflexão, da Polícia Federal

01:49 Política, Notícias 06/12/2016 - 07h24 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Marco Maia (PT-RS) e o ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo, se pronunciaram sobre a Operação Deflexão. Nesse desdobramento da Lava Jato, a Polícia Federal cumpriu nove mandados judiciais.


De acordo com informações obtidas em delações premiadas, Marco Maia e Vital do Rêgo cobravam propinas para blindar suspeitos durante a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, em 2014.


No Facebook, o ex-presidente da Câmara dos Deputados, que foi relator da CPMI, afirmou que a acusação contra ele, feita pelo lobista Júlio Camargo, é mentirosa e motivada por vingança.


Júlio Camargo foi um dos 53 indiciados pela comissão. O deputado Marco Maia também reclamou do modo como a operação ocorreu.


O ex-senador e atual ministro do TCU Vital do Rêgo se manifestou por meio de nota. Disse que respeita e compreende o trabalho das autoridades e tem certeza que se a operação for cumprida com eficiência e urbanidade vai confirmar que ele jamais teve qualquer participação em cobranças de propina.


Vital do Rêgo ainda se comprometeu a colaborar irrestritamente com as investigações.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.