Câmara tem dez dias para se pronunciar sobre candidatura de Rodrigo Maia

01:12 Política, Notícias 17/01/2017 - 09h11 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, deu prazo de dez dias para que a Câmara se manifeste sobre a ação em que o deputado federal André Figueiredo (PDT) tenta barrar a candidatura à reeleição, ainda não oficial, do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM). 


André Figueiredo argumenta que Maia não pode ser candidato porque a Constituição proíbe a  reeleição dentro de uma mesma legislatura, o que é o caso.


Maia foi eleito para um mandato-tampão, em substituição à Eduardo Cunha (PMDB), e, por isso, alega ter o direito de concorrer. O deputado usa como argumento o caso do senador Garibaldi Alves (PMDB), que também assumiu mandato tampão após a renúncia de Renan Calheiros, em 2007. 


Entretanto, na ação, o deputado André Figueiredo alega que são casos diferentes. Segundo ele, na época, não se tratava de reeleição, mas de eleição para um novo cargo e, por isso, não há como se equiparar as duas situações. 


O prazo é contado em dias corridos a partir do recebimento da notificação na Câmara.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique