Vem pra Rua cobra do STF mais rapidez nos julgamentos de processos da Lava Jato

02:01 Política, Notícias 26/04/2017 - 07h49 Belo Horizonte Embed

Léo Rodrigues

O movimento Vem Pra Rua realizou na noite dessa terça-feira (25), em Belo Horizonte, um ato para cobrar do Supremo Tribunal Federal (STF) mais celeridade nos julgamentos envolvendo políticos delatados por ex-executivos da Odebrecht.


Cerca de 30 manifestantes se concentraram em frente ao edifício da Justiça Federal e defenderam a instalação de uma força-tarefa para a análise dos processos.


Segundo uma das líderes do movimento, a médica Kátia Pegos, a proposta não é algo novo. 


Com base nos depoimentos de 77 ex-executivos da Odebrecht investigados na Operação Lava Jato, o ministro do STF Edson Fachin autorizou a abertura de 76 inquéritos.


Há duas semanas, Fachin retirou o sigilo de 74 inquéritos, revelando o nome de 83 políticos suspeitos de envolvimento nos esquemas de corrupção.


A médica Kátia Pegos defende que a ordem dos julgamentos seja definida por nível de gravidade, colocando na frente os processos que envolvam crimes mais nefastos. 


A manifestação em Belo Horizonte integrou uma mobilização nacional do movimento Vem Pra Rua. Outras manifestações semelhantes ocorreram em 27 cidades.


Os manifestantes cobraram uma posição do STF sobre o fim do foro privilegiado e também pediram aos senadores que votem contra o projeto de lei que tipifica crimes por abuso de autoridade.


A proposta está na pauta desta quarta-feira (26) na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique