Ato na Esplanada termina com pelo menos 49 feridos; manifestante foi atingido por arma de fogo

03:17 Política, Notícias 25/05/2017 - 01h25 Brasília Embed

Priscila Rangel

A Esplanada dos Ministérios foi palco de confrontos nessa quarta-feira (24) entre manifestantes e policiais, que resultou em oito pessoas detidas, oito prédios depredados e 49 feridos, sendo um deles vítima de arma de fogo.

 

Uma manifestante, que preferiu não se identificar, conta que viu o momento em que um homem, de aproximadamente 50 anos, foi atingido.

 

O protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista e pela saída do presidente Michel Temer reuniu cerca de 45 mil manifestantes, de acordo com a Polícia Militar. Mas, segundo a Força Sindical, o movimento teve adesão de 100 mil pessoas.

 

O dirigente nacional da CTB - Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, Aurino Pedreira, falou sobre o objetivo da marcha a Brasília.

 

De acordo com a Força sindical, havia vândalos dos Black Blocks infiltrados entre os manifestantes. Pessoas encapuzadas arremessavam contra a polícia pedras, paus e até coquetéis molotov, que são garrafas com combustível e pavio de pano.


A polícia utilizou balas de borracha e bombas de efeito moral pra dispersar os manifestantes. E a imprensa acabou sendo atingida também. De acordo com o sindicato dos jornalistas do DF, quatro profissionais sofreram agressões durante o ato. A repórter da TV Brasil, Giselle Garcia, por exemplo, foi ferida por estilhaços de bomba e o fotógrafo Ricardo Cifuentes, da agência Newzulo, de Nova Yorque, foi atingido por uma bala de borracha.

 

Os ferimentos registrados durante o protesto, de acordo com a polícia, foram cortes na mão,  no pescoço, queda por trauma na coluna, perfuração por arma de fogo e mal-estar.  Das 49 vítimas, oito são policiais.

 

A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social informou que a Polícia Militar vai investigar os casos de policiais militares que apareceram em imagens com arma de fogo e apurar as responsabilidades. A vítima de arma letal passou por cirurgia no Hospital de Base e passa bem.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique