Janot pede ao STF para tomar depoimento de Temer, Aécio e Rocha Loures

01:15 Política, Notícias 26/05/2017 - 20h12 Brasília Embed

Kariane Costa

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu autorização do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, para interrogar o presidente Michel Temer, do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), também afastado do mandato.

 

A petição é relacionada aos inquéritos a que os acusados respondem na Corte, a partir das delações da empresa JBS.

 

Na manifestação, enviada ao relator do processo, o procurador também defendeu a validade das gravações entregues pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS. Batista gravou conversas com Temer, Aécio e Loures.

 

Janot alega que Temer não negou o encontro com o empresário, no Palácio do Jaburu e citou os pronunciamentos feitos por Temer, na semana passada. 

 

Para o procurador houve confissão espontanêa. 

 

Procurada pela reportagem, a assessoria da Presidência da República informou: "Não houve confissão alguma. O presidente apenas confirmou um fato que ocorreu, no qual não houve qualquer ilicitude ou ilegalidade. Não há o que esconder".

 

Os advogados de Rocha Loures e de Aécio Neves também foram procurados, mas não atenderam às ligações da reportagem.

 

* Com informações da Agência Brasil. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique