PPS e Podemos deixam base do governo, mas PP e PRB mantém apoio; ministro da Cultura entrega cargo

00:51 Política, Notícias 19/05/2017 - 01h08 Brasília Embed

Jéssica Gonçalves

O pronunciamento de Michel Temer repercutiu no Congresso. Os partidos PPS e Podemos deixaram a base aliada do governo nessa quinta-feira (18). Roberto Freire ligado ao PPS que comandava o Ministério da Cultura deixou o cargo. Já o ministro da Defesa, Raul Jungmann, que também é filiado ao PPS, permanece na pasta.

 

Por outro lado, o presidente recebeu apoio do PP e do PRB, além de mensagens por telefone e ligações de aliados políticos. O ministro das Cidades, Bruno Araújo, do PSDB, chegou a anunciar também a saída do governo, mas foi convencido a ficar.

 

Na avaliação do Planalto, a fala do presidente repercutiu bem entre os parlamentares da base. Agora, a ideia é tranquilizar o mercado e esperar pela conclusão das investigações no STF.


Com colaboração de Kariane Costa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique