Janot denuncia o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva

01:24 Política, Notícias 26/06/2017 - 22h52 Brasília Embed

Kariane Costa

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva na noite dessa segunda-feira (26). O ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures também foi denunciado pelo mesmo crime.

 

No documento enviado ao ministro do Supremo, Edson Fachin, Janot, afirma que houve a atuação de uma organização criminosa complexa. A acusação de Janot se baseia nas investigações abertas a partir das delações de empresários da JBS no âmbito da Operação Lava Jato.

 

O procurador afirma que Temer recebeu, por meio de Loures, R$ 500 mil, pagos pelo empresário Joesley Batista.

 

E pede que Temer e Loures sejam condenados à indenização por danos morais no valor de R$ 12 milhões.

 

O presidente Temer é investigado também por obstrução de Justiça e participação em organização criminosa, mas, para estes casos, a PGR ainda não apresentou denúncia.

 

O advogado do presidente, Cláudio Mariz, disse que vai se manifestar mais profundamente somente quando tiver acesso ao processo.

 

No entanto, afirmou que a denúncia não está baseada em fatos concretos e comprovados, uma vez que o presidente da República não cometeu nenhuma conduta que pudesse ser enquadrada no tipo penal da corrupção passiva.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique