Sem a reforma da Previdência, Maia diz que Brasil pode passar por crise como a do Rio

02:13 Política, Notícias 11/08/2017 - 12h29 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

O presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia, voltou a defender, nesta sexta-feira, a reforma da previdência para garantir o equilíbrio fiscal e a solvência do estado brasileiro.

 

Em evento na Fundação Getúlio Vargas, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, o parlamentar disse também que não se sente confortável com o aumento da meta fiscal e salientou que essa possibilidade, sem a aprovação da reforma da previdência seria uma péssima sinalização para os investidores no Brasil.

 

Rodrigo Maia afirmou que pretende retomar em breve a discussão da reforma da previdência, justificando que, sem ela, o Brasil pode viver uma crise semelhante à do Rio em dívida com servidores e aposentados.

 

O deputado disse ainda que as condições atuais da previdência no Brasil são distorcidas se comparada com qualquer outro país do mundo. E reforçou que a intenção não é a retirada de direitos adquiridos, mas sim o corte de privilégios.

 

Durante o encontro, Maia falou ainda sobre a questão da segurança, ressaltando que o Congresso precisa reconstruir a legislação de segurança pública para o enfrentamento do crime organizado. 

 

* Matéria atualizada às 16h07 para acréscimo de informações e inserção de sonoras.