Geddel pede afastamento do PMDB por 60 dias; partido aceita

01:19 Política, Notícias 14/09/2017 - 00h22 Brasília Embed

Samanta do Carmo

O ex-ministro Geddel Vieira Lima enviou a seu partido, o PMDB, um pedido de afastamento por 60 dias, que foi aceito pela Executiva nacional da legenda, em reunião na tarde dessa quarta-feira. O pedido foi lido pelo presidente do partido, Romero Jucá.

 

Segundo ele, somente depois do ex-ministro se defender das investigações que encontraram R$ 51 milhões em apartamento que estava sob sua responsabilidade e também de manifestação da Justiça é que haverá uma decisão definitiva, uma manifestação por parte do partido. A suspeita é que o dinheiro seja proveniente de pagamento de propina. Confira os detalhes.