Reforma política volta à pauta na próxima semana; Maia quer destravar reforma da Previdência

01:37 Política, Notícias 09/09/2017 - 07h35 Brasília Embed

Graziele Bezerra

A Câmara dos Deputados volta a discutir e votar, na próxima semana, a proposta de emenda à Constituição que regula o fundo de campanha e o sistema eleitoral.

 

Nessa semana, enforcada pelo feriado, depois de muito esforço para dar quórum no plenário, os deputados votaram, em primeiro turno, o texto base da proposta da deputada Shéridan, do PSDB, que altera regras de coligações e de acesso ao Fundo Partidário.

 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, diz que a reforma política é importante, mas também aposta no apoio do governo para colocar a reforma da Previdência em pauta.

 

Sonora: “A gente ainda tem a expectativa de aprovar o sistema distrital misto pra 2022. E, depois, vamos entrar na tentativa de construir entendimentos pra votar a Previdência. Vamos pedir ao governo que nos ajude a colocar o quórum, porque a base do governo tem número, e acho que o governo tem condições de colaborar com a Câmara dos Deputados, para quando eu com os líderes definirmos a data da reforma da Previdência, a gente possa votá-la no mês de outubro."

 

Entre as alterações previstas na reforma da Previdência está a idade para se aposentar. A aposentadoria passa a ser concedida para homens a partir dos 65 anos de idade. E, para as mulheres, a idade mínima será de 62 anos. Essas idades mínimas, no entanto, serão elevadas a partir de 2020.

 

Além disso, para adquirir esse direito, o trabalhador deverá ter contribuído por, no mínimo, 25 anos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique