Justiça nega em segunda instância recurso de Dirceu contra aumento de pena

00:55 Política, Notícias 21/11/2017 - 14h42 Brasília Embed

Juliana Russomano

O Tribunal Federal da 4ª Região negou recurso do ex-ministro José Dirceu contra a decisão que, entre outras medidas, aumentou a pena de Dirceu de 20 anos para 30 anos, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.


Na ação, também foram condenados o irmão do ex-ministro Luiz Eduardo de Oliveira e Silva e o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato de Souza Duque. Todos do núcleo da Engevix, réus da Lava Jato.


José Dirceu, que já havia sido preso na operação, deixou a prisão em maio com o uso de tornozeleira eletrônica.


Com a decisão do TRF desta terça-feira (21), o ex-ministro pode voltar a ser preso, pois no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), réus condenados em segunda instância podem ter a prisão decretada.


A defesa informou por meio de nota que vai recorrer da decisão.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique