Ministro da Justiça diz que reações ao que falou sobre PM do Rio eram esperadas

01:16 Política, Notícias 01/11/2017 - 11h32 Brasília Embed

Danyele Soares

Após reações de autoridades do Rio de Janeiro, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, evitou comentar a polêmica entre ele e o governo do estado fluminense depois que ter criticado  a segurança pública no Rio. Mas Torquato reconheceu que já esperava as reações das autoridades.

 

No início da semana, o ministro afirmou, em entrevista, que “comandantes de batalhão da Polícia Militar são sócios do crime organizado” e que a morte do coronel Luiz Gustavo Lima Teixeira teria sido um “acerto de contas”. Em outra entrevista, Torquato Jardim comparou o atual cenário do Rio com o filme Tropa de Elite e acrescentou que, em algum lugar, alguma coisa está sendo autorizada informalmente.

 

O posicionamento do ministro desencadeou uma série de críticas e de notas oficiais. O governador Luiz Fernando Pezão, por exemplo, rebateu, dizendo que o governo do estado e o comando da polícia militar não negociam com criminosos. Pezão destacou ainda que o ministro nunca o procurou para tratar do assunto.

 

*Matéria atualizada às 15: 37 do dia 01-11-17 para inclusão de sonoras. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique