Papiros de Lama: operação investiga desvios de mais de R$ 230 milhões no Mato Grosso do Sul

01:28 Política, Notícias 14/11/2017 - 14h47 Brasília Embed

Graziele Bezerra

A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria Geral da União e a Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira uma operação para desarticular quadrilha especializada em desviar recursos públicos em cidades do Mato Grosso do Sul.

 

A Operação Papiros de Lama é um desdobramento da Operação Lama Asfáltica e foi deflagrada a partir de dados coletados em outras operações.

 

Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária, seis mandados de condução coercitiva, 24 mandados de busca e apreensão, além do sequestro de valores nas contas bancárias de pessoas físicas e empresas investigadas.

 

A quadrilha é acusada de desviar recursos públicos por meio de licitações fraudulentas, superfaturamento de obras públicas e outras irregularidades, em troca de propina e corrupção de agentes públicos.

 

Os valores repassados como propina eram mascarados com diversos tipos de operações simuladas para dar falsa impressão de licitude ao aumento patrimonial dos integrantes do grupo criminoso ou de dar maior sustentação financeira aos seus projetos.

 

Os danos aos cofres públicos superam R$ 230 milhões.

 

Foram cumpridos mandados nas cidades de Campo Grande, Nioaque e Aquidauana, no Mato Grosso do Sul, além de São Paulo.