Governo vai a campo em busca de votos para aprovar reforma da Previdência

02:40 Política, Notícias 06/12/2017 - 11h35 Brasília Embed

Danyele Soares

O governo intensifica os esforços para garantir apoio à reforma da Previdência e votar o texto na semana que vem. Deputados governistas e o Planalto começam a contabilizar os votos a favor da proposta.

 

Em café da manhã nesta quarta-feira no Palácio da Alvorada, o presidente Michel Temer pediu que líderes partidários e ministros façam uma ofensiva para aprovar o texto. A base aliada acredita que tem, atualmente, cerca de 260 apoiadores.

 

O quantitativo é bem menor que os 308 votos necessários para aprovar as mudanças nas regras da aposentadoria. O governo pode colocar a PEC em votação na próxima terça-feira se garantir 290 votos esta semana.

 

O vice-líder do governo, Beto Mansur, do PRB, reconhece que o número ainda não é o ideal. Mas  destaca que os deputados da base aliada vão partir para convencer os indecisos.

 

O relator, deputado Arthur Maia, do PPS, é mais otimista no cenário.

 

Diz que a proposta tem entre 290 e 310 apoiadores.

 

Uma das dificuldades é que alguns partidos pedem mudanças no texto. Mas, o governo já garantiu que não vai fazer mais concessões e alterar o texto.

 

Contudo, o relator não descarta mudanças.

 

Hoje (6) à noite haverá um jantar para que o governo faça as contas e saiba, ao certo, quantos deputados devem votar a favor da proposta.

 

E a expectativa é de que ao longo da tarde, partidos se reúnam para definir se fecham questão em torno do tema.

 

Quando a sigla toma essa decisão, quem votar contra o posicionamento pode ser punido.

 

* Texto e áudio atualizados às 16h03 de 06/12/17.