Reforma da Previdência começa a ser discutida na quinta; agricultores protestam contra mudanças

03:25 Política, Notícias 12/12/2017 - 15h07 Brasília Embed

Graziele Bezerra

Sem votos, não haverá mudanças. A afirmação é do deputado Arthur Maia, do PPS, relator da reforma da previdência, que negou qualquer tipo de alteração na proposta, a não ser que a sugestão venha acompanhada de votos.

 

O relator calcula 290 deputados a favor da proposta até o momento. Quantidade insuficiente para aprovar a matéria, que precisa da aceitação de pelo menos 308 deputados.

 

Enquanto o governo contabiliza o apoio, mais uma legenda sinalizou fechamento de questão. O Democratas - partido do ministro da Educação, Mendonça Filho indicou, depois de uma reunião na presidência da câmara, que pode votar a favor da proposta. 

 

Com isso, o Democratas se une a partidos como PMDB, PPS e PTB que já fecharam questão.

 

De acordo com o ministro, que é deputado federal, mais de 80% da bancada é favorável à proposta. Mendonça disse, inclusive que pode retornar à câmara para votar, se for o caso.

 

Um dos pontos que ainda causam confusão é a aposentadoria do trabalhador rural. O relator Arthur Maia afirmou que nada mudou para a classe, mas a categoria contesta.

 

Um grupo de agricultores foi à câmara para protestar e pedir que o texto não entre em votação. Edijane Rodrigues, da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais, diz que o agricultor terá dificuldades em se aposentar.

 

A previdência também foi assunto na comissão mista de orçamento, que discutiu o deficit da Previdência Social.

 


O secretário da Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, explicou que o envelhecimento da população e a queda da fecundidade no Brasil podem trazer impactos para a previdência. O ministro disse ainda que o déficit mostra índices crescentes nos últimos 20 anos

 


Caetano explicou ainda que as mudanças não vão atingir as pessoas que já cumprem as condições para se aposentar.

 


A reforma da previdência começa a ser discutida nesta quinta-feira e o texto pode ficar pronto para ser votado na próxima semana.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique