Reunião da Comissão Especial que trata da proibição do aborto é suspensa

01:09 Política, Notícias 06/12/2017 - 16h51 Brasília Embed

Samanta do Carmo

Foi suspensa, por causa da abertura da sessão no plenário da Câmara, a reunião da comissão especial que analisa a proposta de emenda à constituição que aumenta a licença maternidade para mães de crianças prematuras, mas recebeu acréscimo para garantir a defesa da vida desde a concepção, mecanismo que pode impedir qualquer tipo de aborto no país, inclusive em caso de estupro e de risco de vida para a mulher.

 

O texto principal já foi aprovado e os deputados fazem nesta quarta-feira (6) a quarta tentativa de votar os destaques do texto.

 

A oposição tem usado todas as regras do regimento da Câmara para impedir a votação e tentar alterar o texto, que é defendido pela bancada evangélica.

 

Vários deputados têm feito o apelo para que o trecho sobre o aborto seja retirado para permitir o andamento do projeto, que estabelece que a licença-maternidade das mães de crianças prematuras só comece a ser contada quando o bebê deixar o hospital.

 

O presidente da Comissão, Evandro Gussi, do PV, disse que a reunião será retomada ainda hoje, após as votações no plenário da Câmara serem encerradas. Da Rádio Nacional em Brasília, Samanta do Carmo.