Prefeita de Juara (MT) é afastada por suspeita de fraude em reforma de escola

01:27 Política, Notícias 20/02/2018 - 14h25 Brasília Embed

Bianca Paiva

O juiz Alexandre Sócrates Mendes, da 2ª Vara da Comarca de Juara, em Mato Grosso, determinou o afastamento imediato da prefeita da cidade, Luciane Borba Azoia Bezerra, do PSB e do secretário de Administração, Antonio Batista da Mota, pelo prazo de 180 dias.

 

A Justiça também bloqueou bens da chefe do poder Executivo; do secretário municipal de Educação, Isac Pintor; e do ex-vereador Lourival de Souza Rocha, conhecido como “Lorão Macarena”. O valor da indisponibilidade dos bens é de mais de R$ 129 mil.

 

Eles foram acusados pelo Ministério Público de Mato Grosso de criar um esquema para fraudar a licitação da reforma da Escola Pública Francisco Sampaio, no distrito de Paranorte.

 

Na ação civil pública, o órgão alegou que a empresa vencedora do certame foi constituída em nome de um “laranja” e que a obra começou antes mesmo da licitação.

 

Além disso, o MP constatou que houve superfaturamento na obra e coação de servidores.

 

Com o afastamento de Luciane, o vice-prefeito de Juara, Carlos Sirena, assumiu o cargo.

 

A reportagem solicitou um posicionamento da prefeitura sobre a decisão da justiça e aguarda retorno.  Não conseguimos contato com os acusados ou seus advogados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique