Temer anuncia criação de comitê para acompanhar imigração venezuelana

02:41 Política, Notícias 12/02/2018 - 16h52 Brasília Embed

Danyele Soares

Na tentativa de resolver a crise migratória de venezuelanos em Roraima, órgãos federais vão atuar em conjunto com o estado e municípios. Nesta segunda-feira, o presidente Michel Temer anunciou a criação de um comitê de acompanhamento, coordenado pelo governo federal.

 

De acordo com o presidente, uma medida provisória deverá ser editada até quinta-feira determinando a instalação do comitê e  outras iniciativas para proteger os habitantes de Roraima, o território nacional e o respeito aos direitos humanos dos imigrantes. Temer ainda afirmou que estuda maneiras de encaminhar os venezuelanos que estão em Roraima para outros estados brasileiros, para desafogar a região.

 

O comitê de acompanhamento será coordenado pelas Forças Armadas. Entre as ações que serão adotadas estão: duplicação de efetivo militar nos postos de fronteira e nos postos de controle no interior do estado – especialmente na ligação entre Boa Vista e Pacaraima, que fica na fronteira com a Venezuela. Haverá instalação de um hospital de campanha; construção de um centro de triagem nos municípios da região; e reforço na vigilância de fronteira.

 

Outra iniciativa que deve estar prevista na medida provisória é a revalidação dos diplomas de profissionais venezuelanos com nível superior, como explica o ministro da Justiça, Torquato Jardim.

 

De acordo com a prefeitura de Boa Vista, cerca de 40 mil venezuelanos entraram na cidade para fugir da crise econômica e política. A Venezuela sofre com desabastecimento generalizado e uma inflação que chega a 700% ao ano.

 

* Matéria atualizada às 20h06 para acréscimo de informações e inclusão de sonoras.