Advogados afirmam que falta de dinheiro ameaça defesa de Lula e pedem desbloqueio de bens

01:36 Política, Notícias 27/04/2018 - 20h09 Brasília Embed

Samanta do Carmo

A defesa do ex-presidente Lula protocolou nesta sexta-feira pedido para que o dinheiro existente nas contas bancárias de Lula e em sua conta de previdência privada sejam desbloqueados, assim como a metade dos valores, que pertencem ao espólio de Dona Marisa Letícia, falecida em fevereiro de 2017.

 

O pedido foi encaminhado à Décima Terceira Vara Federal em Curitiba, comandada pelo juiz Sérgio Moro e solicita que os bens de Lula sejam liberados para que ele possa custear sua defesa e garantir a subsistência dele e de familiares.

 

No documento, os advogados dizem que a garantia constitucional da ampla defesa se torna discurso retórico do Estado se não for dado ao réu o direito de utilizar seus recursos para promover sua própria defesa. E argumentam que o dinheiro existente nessas contas é comprovadamente legal.

 

Os advogados relatam que a defesa de Lula tem altos custos porque o ex-presidente enfrentam oito ações penais em Curitiba e em Brasília, o que exige contratação de técnicos, auxiliares, peritos, além do deslocamento de todas essas pessoas.

 

Lula está preso na sede da Polícia Federal no Paraná desde o dia 7 de abril. Desde julho de 2017, Sérgio Moro determinou o bloqueio de R$ 16 milhões em bens de Lula para reparar as perdas da Petrobras com suposto esquema de corrupção. O valor efetivamente bloqueado é de R$ 600 mil, tudo que o Banco Central identificou em nome de Lula.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique