Ministros do STF criticam greve dos caminhoneiros em áudio vazado ao vivo

01:11 Política, Notícias 24/05/2018 - 18h54 Brasília Embed

Victor Ribeiro

Nesta quinta-feira (24), durante a sessão plenária do Supremo Tribunal Federal que reconduziu a ministra Rosa Weber para o cargo de ministra efetiva do Tribunal Superior Eleitoral, os ministros Gilmar Mendes e Celso de Mello não perceberam que os microfones estavam ligados.

 

Eles criticaram a paralisação nacional dos caminhoneiros. A conversa foi transmitida ao vivo na Rádio Justiça e na TV Justiça.

 

Gilmar Mendes fala sobre a esposa dele, Guiomar, e Celso de Mello diz que se sente refém do movimento.

 

Em seguida, os ministros continuaram conversando, mas as emissoras de rádio e TV do Judiciário cortaram o áudio.

 

A greve dos caminhoneiros começou na segunda-feira (21), contra os seguidos aumentos do preço do diesel.

 

O movimento bloqueou estradas, o que impactou no abastecimento de combustível e alimentos em algumas regiões do país.

 

Em decisões recentes, o Supremo autorizou corte de ponto de trabalhadores em greve e considerou inconstitucional as greves de servidores da Segurança Pública.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique