Presidente da Câmara diz que não vai votar MP da privatização da Eletrobras

01:50 Política, Notícias 22/05/2018 - 21h47 Brasília Embed

Samanta do Carmo

A medida provisória que muda leis do setor elétrico para permitir a privatização da Eletrobras não vai ser votada pelo Congresso. A decisão de retirar a proposta de pauta foi anunciada na noite desta terça-feira pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

 

Com o prazo da vigência da proposta se encerra no dia 31 de maio, mesmo se fosse aprovada nesta semana pela Câmara, o Senado teria prazo apertado para analisar o texto. A oposição vinha fazendo obstrução no Plenário da Câmara para impedir a votação. O deputado Orlando Silva, do PCdoB, defendeu que a retirada de pauta foi uma vitória da população.

 

A desestatização da Eletrobras ainda é tema de um projeto de lei. Esta proposta autoriza e detalha o plano de emissão de novas ações da empresa no mercado financeiro até que a União deixe de ter o controle. O relator do projeto, deputado José Carlos Aleluia, do Democratas, deu parecer favorável e os parlamentares têm até esta quarta-feira para propor alterações no relatório. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique