Adiada votação do projeto que muda regulamentação do uso de agrotóxicos

02:21 Política, Notícias 19/06/2018 - 21h43 Brasília Embed

Samanta do Carmo

Depois de cinco horas de reunião, foi adiada a votação do projeto de lei que altera a produção, registro, uso, armazenamento e descarte de agrotóxicos no Brasil. Manifestantes contra e favor do projeto seguraram cartazes no plenário, durante toda a reunião, nesta terça-feira. A culinarista Bela Gil também compareceu para defender a posição contra o projeto.

 

Entidades ambientalistas e de saúde coletiva criticam o projeto e argumentam que ele aumenta a possibilidade de riscos à saúde e ao meio ambiente. Isso porque substâncias já descartadas em outros países poderiam ser registradas e usadas no Brasil. Além disso, o registro de novos agrotóxicos passaria a ser facilitado.

 

Órgãos como o Inca, Instituto Nacional de Câncer, a Abrasco, Associação Brasileira de Saúde Coletiva, e a própria Anvisa já se manifestaram contra o projeto.

 

A deputada Jandira Feghali, do PCdoB, comenta porque a oposição é contrária a proposta.

 

Representantes do agronegócio dizem que o texto moderniza a legislação brasileira e que as regras atuais, por serem antigas, prejudicam a saúde, dificultam o plantio de alimentos e a competitividade da agricultura, como comenta Nilson Leitão, do PSDB.

 

Este projeto está debate na Câmara há dois anos e já passou pelo Senado.