Marcos Valério é condenado por desviar dinheiro para campanha do ex-governador de Minas

01:45 Política, Notícias 18/06/2018 - 17h43 Brasília Embed

Samanta do Carmo

Seis anos depois de ser condenado a mais de 37 anos prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas na ação penal 470, conhecida como mensalão, o publicitário Marcos Valério foi novamente condenado quase pelos menos crimes, mas envolvendo desvio de dinheiro para a campanha eleitoral do ex-governador de Minas Gerais pelo PSDB, Eduardo Azeredo.

 

Os crimes teriam sido cometidos na campanha para a reeleição de Azeredo, em 1998, e o caso ficou conhecido como mensalão mineiro. Segundo o Ministério Público, Azeredo teria transferido R$ 3,5 milhões de estatais para a empresa do publicitário Marcos Valério, sem licitação ou contrato formal.

 

O dinheiro desviado teria saído dos cofres da Companhia de Saneamento e da Companhia Mineradora de Minas Gerais com o pretexto de patrocínios esportivos, mas na verdade, o recurso teria sido usado como caixa dois na campanha eleitoral. A suspeita é que o mensalão mineiro serviu de exemplo para o esquema de corrupção investigado na ação penal 470.

 

Eduardo Azerado já foi condenado em Segunda Instância e cumpre pena desde o mês de maio. Marcos Valério cumpre pena relativa à ação penal 470 em Minas Gerais. Também foram condenados os empresários Cristiano de Mello Paz e Ramon Hollerbach Cardoso, a pena dos três é de 16 anos e nove meses de prisão. Nossa reportagem não conseguiu contato as defesas, que podem recorrer da condenação.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique