Desembargador plantonista reafirma soltura de Lula

01:17 Política, Notícias 08/07/2018 - 17h30 Brasília Embed

Juliana César Nunes

O desembargador Rogério Favreto determinou novamente a soltura imediata do ex-presidente Lula. Favreto indeferiu o pedido de reconsideração do Ministério Público Federal e considerou indevida a decisão do juiz federal João Pedro Gebran Neto, que publicou despacho revogando primeira liminar favorável à soltura do ex-presidente.

 

Rogério Favreto diz que enquanto juiz plantonista tem prerrogativa para tomar decisões e o fez a partir de fato novo, que seria a condição de pré-candidato do ex-presidente Lula. Nessa condição, o desembargador entende que deve ser assegurado os direitos políticos e a liberdade de expressão até a condenação transitar em julgado.

 

O advogado de defesa do ex-presidente Lula Cristiano Zanin Martins publicou nota à imprensa na qual critica o juiz Sérgio Moro por ter, segundo ele, atuado contra o cumprimento da ordem de soltura. No início da tarde Moro publicou despacho em que pede à autoridade policial para aguardar decisão do relator do processo, que é Gebran Neto.

 

Lula foi condenado a 12 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de direito. Ele se entregou à Polícia Federal no dia 7 de abril e desde então está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique