Ministério Público Eleitoral pede impugnação da candidatura de Ataídes de Oliveira ao Senado

01:16 Política, Notícias 19/08/2018 - 14h14 Brasília Embed

Juliana Cézar Nunes

O Ministério Público Eleitoral pediu a impugnação da candidatura ao Senado de Ataídes de Oliveira, do PSDB. Ele foi considerado inelegível por causa de uma condenação da Justiça Eleitoral no Tocantins.

 

Em 2012, Ataídes teve de pagar multa no valor de quase R$ 230 mil por ter feito doação eleitoral acima do limite permitido por lei.

 

Atualmente, ele ocupa vaga no Senado deixada pelo candidato eleito João Ribeiro, do qual era primeiro suplente.

 

Leia mais

A impugnação da candidatura pelo Ministério Público Eleitoral ainda precisa do aval do Tribunal Regional Eleitoral, onde Ataídes pode apresentar recurso.

 

Em nota divulgada para a imprensa, o parlamentar afirma que houve um erro contábil na declaração de doação de horas de voo nas eleições de 2010. A aeronave estaria em nome dele, e não no nome de sua empresa.

 

De acordo com Ataídes, o valor questionado representa 0,7% do total gasto na campanha, não tendo nenhuma influência no pleito eleitoral.

 

O senador argumenta que foi um equívoco técnico, cometido sem má-fé e que os advogados de defesa vão comprovar isso perante a Justiça Eleitoral.