Ministro do TSE suspende cassação do senador José Medeiros

01:37 Política, Notícias 15/08/2018 - 21h02 Brasília Embed

Juliana César Nunes

A decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso de cassar o mandato do senador José Medeiros, do Podemos, foi suspensa hoje pelo Tribunal Superior Eleitoral, em caráter liminar. Paulo Fiúza, do PV, suplente da vaga, chegou a ser diplomado pelo TRE, mas não assumiu o cargo.

 

Em sua decisão, o ministro do TSE Napoleão Nunes Maia Filho afirmou que o pedido de José Medeiros tem base jurídica e está de acordo com o Código Eleitoral, que prevê efeito suspensivo a partir de recursos em tribunais superiores.

 

O senador de Mato Grosso é acusado de fraude na ata da convenção partidária das eleições de 2010. Ele foi eleito primeiro suplente de Pedro Taques, que se licenciou para assumir o governo do estado. José Medeiros nega a ilegalidade.

 

José Medeiros se diz prejudicado pela cassação do mandato determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso. De acordo com ele, a medida, agora suspensa, não permitiu que ele saísse candidato ao Senado Federal este ano. Medeiros irá concorrer a uma vaga de deputado federal.