Sete candidatos à Presidência se registraram no TSE; prazo termina nesta quarta-feira

01:09 Política, Notícias 14/08/2018 - 14h57 Brasília Embed

Lucas Pordeus León

Sete interessados na Presidência da República registraram a candidatura no TSE, o Tribunal Superior Eleitoral.

 

O mais rico deles declarou que possui mais de R$ 425 milhões em bens. É o candidato do Partido Novo, João Amoêdo, que fez carreira no mercado financeiro e se registrou como engenheiro. A maior parte dos bens é de aplicações em ações e títulos no mercado.

 

Leia mais

O segundo candidato mais rico até agora é o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, que declarou ter mais de  R$ 2, 286 milhões. O candidato do PDT, Ciro Gomes, declarou ter  R$ 1,695 milhão em bens. Já o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, declarou ter R$ 1,379 milhão em bens.

 

O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, declarou ter R$ 15 mil  referentes a um automóvel e a candidata do PSTU, Vera Lúcia, declarou ter  R$ 20 mil referente a um terreno. O único que declarou não ter nenhum bem foi o candidato do patriotas, Cabo Daciolo.

 

O prazo final de registro das candidaturas para a eleição geral de 2018 termina nesta quarta-feira.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique