Em Lavras e Varginha (MG), educação e proximidade da PM melhoram índices de segurança

05:40 Política, Especiais 25/09/2018 - 12h32 Varginha (MG) Embed

Sayonara Moreno

Duas cidades mineiras dispararam no ranking dos municípios menos violentos do Brasil.

 

O Atlas da Violência 2018 revela números que mostram a redução de crimes e homicídios nos dois municípios. Lavras subiu 16 posições e chegou ao sétimo lugar do ranking. A 100 quilômetros dali, está Varginha, que saltou mais de vinte posições para se tornar o quinto município de todo o Brasil. A sensação de segurança nas regiões é sentida, nas ruas.

 

A resposta para explicar os bons resultados não é muito simples, mas foi identificado um diferencial até mesmo no policiamento.

 

A Polícia Militar de Minas Gerais executa ações que não somente combatem os crimes, mas evitam, em alguns casos. E isso aumenta na sensação de segurança da população e melhora os índices, na prática.

 

Segundo o Tenente Coronel Renan Chaves, uma série de medidas podem explicar, da parte da corporação, os bons resultados.

 

Entre as ações de destaque estão os grupos de whatsapp que a polícia mantém, com a participação da população, tanto em Lavras quanto em Varginha.

 

As redes Vizinho Seguro e Comerciante Seguro deram certo e já existem grupos até das instituições bancárias e de proprietários rurais. Todos registram desde ocorrências em andamento, até casos suspeitos.

 

Segundo o Tenente Coronel, nenhuma das ações trariam resultado se as duas cidades não tivessem bons serviços públicos e bons índices na saúde e educação, por exemplo.

 

Por falar em educação, em Lavras, por exemplo, a taxa de escolarização chega a quase 99 % nas crianças de seis a 14 anos de idade, segundo o IBGE. Em Varginha, é de quase 98%.

 

A qualidade na educação, junto com outros fatores, é um diferencial no controle da criminalidade, segundo avaliação de Julia Moretto, coordenadora do Observatório de Políticas Públicas da Universidade Federal de Lavras.

 

Outros fatores se somam aos bons índices: na média salarial, Lavras ocupa a posição 37 de todo o estado, com média de dois salários mínimos e meio, para trabalhadores nos empregos formais. No IDH, Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, medido até 1, Lavras registra taxa de 0,782. O Produto Interno Bruto de Varginha, por exemplo, é superior a R$ 30 mil per capita, ocupando a posição 53 de Minas Gerais.

 

O Tenente-Coronel Hudson Pinto, do 24º batalhão de Varginha, destaca a boa formação dos policiais, que precisam ter curso superior e para entrarem na corporação, passam por disciplinas ligadas aos Direitos Humanos, por exemplo.

 

O Tenente coronel explica que, em todo o ano passado, foram registrados quatro homicídios em Varginha, mesmo número registrado até agora, este ano. Um deles, foi um caso de feminicídio, que se torna um desafio para qualquer entidade de segurança, porque envolve a esfera privada: o ambiente doméstico. Por isso, ele defende a importância de as mulheres denunciarem e não aceitarem situações de violência.

 

Além disso, ele explica que essas cidades não registram a existência de facções criminosas, o que tende a piorar os índices de violência de determinada região.

 

Com sonoplastia de Marcos Tavares.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique