Garotinho diz que recorrerá ao Supremo contra impugnação do TSE

02:03 Política, Notícias 28/09/2018 - 09h25 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho pode ser obrigado a deixar a disputa pelo Palácio Guanabara.


Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou, nessa quinta-feira (27), decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que, no último dia 6, negou registro de candidatura a Garotinho.


Atualmente, ele ocupa a segunda posição nas pesquisas de intenção de voto ao governo do Estado. A decisão do TSE torna o candidato inelegível.


Poucas horas após o anúncio do TSE, Garotinho reuniu a imprensa em seu apartamento, na zona sul da capital fluminense, para uma coletiva que também foi transmitida pelas redes sociais.


Além de jurar inocência, o ex-governador disse que está sendo vítima de uma “covardia” e afirmou que recorrerá ao Supremo Tribunal Federal.


Garotinho teve seus direitos políticos suspensos pelo TSE devido à condenação por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.


A decisão foi proferida em julho pela segunda instância do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.


O caso envolve desvios de mais de R$ 234 milhões da área de saúde do estado, quando garotinho era secretário da pasta, entre 2005 e 2006.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique