Indígenas do Tocantins têm cartilha sobre processo eleitoral

01:36 Política, Notícias 25/09/2018 - 13h07 Brasília Embed

Michelle Moreira

Leitores conscientes e bem informados. Este é o cenário ideal. Para isso, as informações precisam ser acessíveis a todos e essa foi a reivindicação de lideranças indígenas no Tocantins.


Para atender a demanda o Tribunal Regional Eleitoral traduziu uma cartilha sobre as eleições para quatro línguas indígenas. O conteúdo é repassado de forma didática aos povos Apinajé, Javaé, Xambioá, Khraô e Xerente.


De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), as cartilhas vão auxiliar os eleitores indígenas sobre quais serviços são oferecidos pela Justiça Eleitoral, direitos e deveres, os passos do processo eleitoral, seu funcionamento e os crimes eleitorais.


Para o presidente do tribunal, desembargador Marco Villas Boas, os povos indígenas são cidadãos brasileiros com plenos poderes eleitorais e a publicação reafirma o compromisso da Justiça Eleitoral com a construção de uma sociedade mais justa e inclusiva, em que prevaleça a igualdade e a liberdade de escolha, além de incentivar a participação efetiva e o respeito mútuo pelo outro.


De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 14,2 mil indígenas vivem no Tocantins. Deste total, por volta de 5 mil são eleitores aptos a votarem no pleito de outubro.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique