Ministro do STF, Luis Fux, proíbe entrevista de Lula

01:18 Política, Notícias 30/09/2018 - 15h30 Brasília (DF) Embed

Danyele Soares

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, proibiu o jornal Folha de São Paulo e a jornalista Mônica Bergamo de entrevistarem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

A decisão de Fux suspende os efeitos de uma liminar anterior concedida pelo ministro, Ricardo Lewandowski, que autorizava a entrevista.


 
Fux atendeu a um pedido do Partido Novo e a suspensão vale até decisão definitiva do plenário da Suprema Corte.

 

A legenda questionava a entrevista, dizendo que havia um elevado risco de que a divulgação da reportagem causaria desinformação às vésperas do primeiro turno das eleições.


 
Na decisão, Fux afirma que a entrevista poderia gerar confusão no eleitorado, sugerindo que o ex-presidente estivesse se apresentando como candidato ou praticando atos de campanha, o que foi negado pela justiça. Lula teve o registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral.


 
O advogado da Folha de São Paulo, Luís Francisco Carvalho Filho, contestou a decisão do ministro Fux. Classificou a determinação como o mais grave ato de censura desde o regime militar. E afirmou que revela uma visão mesquinha da liberdade de expressão.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique