Candidatos à presidência derrotados no 1º turno comentam as eleições

02:19 Política, Notícias 08/10/2018 - 00h23 Brasília Embed

Victor Ribeiro

Alguns candidatos à Presidência da República que não passaram para o segundo turno se manifestaram na noite deste domingo (7).

 

As Executivas Nacionais do PSDB, PDT, Rede, PV e MDB devem se reunir nos próximos dias para definir qual candidato os partidos vão apoiar no segundo turno ou se permanecem neutros.

 

Ciro Gomes, do PDT, que ficou em terceiro lugar, rejeitou apoiar Jair Bolsonaro, do PSL.

 

Marina Silva, da Rede, anunciou que, independente de quem seja eleito no dia 28 de outubro, o partido fará uma oposição democrática. Marina sinalizou estar mais distante de Bolsonaro do que de Fernando Haddad, do PT.

 

Geraldo Alckmin, do PSDB, declarou que, no segundo turno, vai defender ideais democráticos.

 

Henrique Meirelles, do MDB, pediu que, independente de quem vencer o segundo turno, faça um governo para todos.

 

João Amoêdo, do Novo, não declarou apoio.

 

Em um vídeo postado nas redes sociais, Amoêdo fez um balanço do desempenho do partido na eleição.

 

O candidato do Partido Pátria Livre, João Goulart Filho, publicou um vídeo institucional agradecendo aos eleitores.

 

Até o fim da noite desse domingo, Cabo Daciolo, do Patriota; Álvaro Dias, do Podemos; Guilherme Boulos, do PSOL; Vera Lúcia, do PSTU; e João Maria Eymael, da Democracia Cristã, não tinham comentado publicamente o resultado da eleição.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique