Crianças e política; Especialista recomenda cautela para não estimular preconceito

03:01 Política, Notícias 12/10/2018 - 17h11 Brasília Embed

Danyele Soares

O tema “política” tem dominado as rodas de conversa nos últimos meses. E até entre as crianças o assunto é debatido. Mas será que elas sabem o que fazem os representantes do país?

 

Conversar com os futuros eleitores é fundamental, segundo especialistas. A professora da Universidade de Brasília Simone Lisniowski, especialista em psicologia, alerta que é preciso cautela para não influenciar ou emitir comentários agressivos ou preconceitos.

 

Segundo ela, é necessário responder apenas o que a criança questiona, partindo da racionalidade e não da emoção. Ela também destaca que os pais precisam estar atentos à faixa etária e contextualizar as explicações com fatos históricos e usar metáforas com a realidade dos pequenos.

 

No mesmo sentido, o professor de sociologia da UnB, Lúcio Castelo Branco, especialista em Ciência Política, diz que, como as crianças são flexíveis, as opiniões dos pais influenciam na construção da realidade. Por isso, ele diz que os responsáveis devem esclarecer o que for perguntado. E não impor os pensamentos.

 

De acordo com o especialista, é importante incentivar uma visão crítica e questionadora nas crianças. Assim, ele afirma que esses brasileiros vão aprender a formar suas próprias opiniões e refletir.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique