Eleições 2018: PGR pede que Polícia Federal investigue envio de mensagens em massa

01:15 Política, Notícias 19/10/2018 - 21h54 Brasília Embed

Juliana Cézar Nunes

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, requisitou à Polícia Federal a instauração de inquérito para apurar se empresas de tecnologia da informação disseminaram mensagens em redes sociais referentes aos dois candidatos à Presidência da República, Jair Bolsonaro, do PSL, e Fernando Haddad, do PT.

 

O ofício com o pedido foi enviado na noite desta sexta-feira (19) ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

 

No documento, Raquel Dodge informa que os fatos mencionados em reportagens jornalísticas já motivaram a abertura de procedimento apuratório pela Procuradoria-Geral Eleitoral.

 

Ela destaca ainda que o objetivo é verificar a existência de esquema para propagar notícias falsas.

 

O uso especializado e estruturado de logística empresarial para a divulgação em massa de informações falsas configura infração à lei eleitoral. Na avaliação da procuradora-geral da República, essa prática pode interferir na opinião de eleitores e afronta a integridade das eleições, sendo, portanto, de alta potencialidade lesiva.