Eleições 2018: TSE barra candidatura de Acir Gurgacz ao governo de Rondônia

01:14 Política, Notícias 05/10/2018 - 16h11 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

O senador do PDT de Rondônia, Acir Gurgacz, teve o recurso para manter a candidatura negado pelo TSE, o Tribunal Superior Eleitoral.

 

O ministro Jorge Mussi manteve a decisão do Tribunal Regional de Rondônia, que barrou o registro de Acir Gurgacz para disputar o governo do estado.


O Tribunal acolheu o pedido do Ministério Público e impugnou a candidatura de Gurgacz pelo fato do senador ter sido condenado pelo STF, por crime financeiro, a 4 anos e 6 meses de prisão em regime semiaberto.

 

O Supremo determinou a prisão imediata do senador na semana passada, mas como a lei eleitoral impede a prisão de candidatos a 15 dias do pleito, a decisão ainda não foi cumprida.

 

Gurgarz vinha fazendo campanha ao governo de Rondônia e participou de um debate na última terça-feira. Mas agora, três dias antes da votação, o TSE proibiu o senador de fazer campanha.
 

Em nota, o candidato informou que vai recorrer da decisão, que considera injusta.

 

Ele diz que é vítima da velha forma de se fazer política em Rondônia. Acir Gurgacz também pede aos eleitores que ainda votem nele, pois o nome estará na urna.


Se a decisão do TSE for mantida, os votos depositados no candidato serão anulados. Mas Gurgacz ainda pode recorrer ao plenário da corte superior eleitoral.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique