Governador eleito do Rio não deve pedir prorrogação da intervenção federal

02:25 Política, Notícias 29/10/2018 - 10h09 Rio de Janeiro Embed

Ícaro Matos

O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, do PSC, adotou um discurso conciliatório em seu primeiro pronunciamento após a divulgação do resultado oficial das urnas.

 

Em coletiva na noite desse domingo (28), Witzel disse que vai governar para todos e que seu único compromisso é com o povo do estado do Rio de Janeiro. Ele também prometeu que, ao longo do seu mandato, o Rio voltará a ter destaque positivo no cenário nacional nas áreas que ele considera prioritárias. 

 

Witzel afirmou ainda que não pretende pedir a prorrogação da intervenção federal na segurança pública do Rio, mas que vai dar continuidade ao trabalho iniciado pelos militares.

 

Witzel também disse que pretende continuar contando com o apoio das Forças Armadas e que vai tratar do assunto com o presidente eleito Jair Bolsonaro.

 

O governador eleito disse ainda que pretende pedir a revisão do acordo de recuperação fiscal assinado entre o estado do Rio e o governo federal.

 

Na área administrativa, Witzel prometeu reduzir o número de secretarias e afirmou que pretende ter uma equipe técnica no governo.

 

Ele ainda adiantou que os principais nomes que vão compor o secretariado deverão ser anunciados até o final de novembro.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique